Política | 17-10-2006 09:37

PS reage a vandalismo em Alpiarça

O secretariado distrital de Santarém do PS classifica como “actos de terrorismo urbano com claros objectivos de intimidação política” os acontecimentos que ocorreram nas últimas semanas em Alpiarça (ver texto ao lado) e que afectaram bens de alguns autarcas socialistas. “Mais de 30 anos após o 25 de Abril não podemos consentir na reactivação de novas redes bombistas”, lê-se no comunicado emitido segunda-feira.A estrutura política liderada por António Rodrigues defende que essas situações devem ser averiguadas até ao limite, para que os seus causadores sejam presentes à justiça. E refere que “Portugal é um estado democrático e de direito onde as divergências entre pessoas ou instituições devem ser dirimidas nos órgãos próprios”. Recorde-se que o carro do líder da bancada socialista na assembleia municipal, Paulo Espírito Santo, ardeu durante a noite. E que a viatura pessoal e a de serviço da câmara da vereadora Vanda Nunes apareceram com os pneus cortados durante a noite de quarta-feira, dia 11. Antes, no fim-de-semana, ocorreu um incêndio numas instalações da câmara que serviam de arrecadação e onde estavam parte dos arquivos do município.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1380
    05-12-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1380
    05-12-2018
    Capa Médio Tejo