Política | 01-09-2010 17:00

JSD apoia Luís Arrais nas eleições para a concelhia do PSD de Santarém

A comissão política concelhia de Santarém da Juventude Social Democrata (JSD) decidiu apoiar por unanimidade a candidatura à concelhia escalabitana do PSD liderada por Luís Arrais. A decisão foi tomada após reunião entre a concelhia da JSD e os dois candidatos: Luís Arrais e Nuno Serra.“A JSD lançou este desafio para que os dirigentes desta estrutura pudessem conhecer melhor a visão e posicionamento dos candidatos. No final o apoio recaiu sobre a candidatura ‘Com o PSD, Santarém Primeiro’ liderada pelo professor Luís Arrais, devido às propostas apresentadas e às respostas às questões que foram colocadas pelos dirigentes da JSD”, diz a comissão política da JSD em comunicado.Os candidatos têm-se desdobrado em contactos com vista à obtenção de apoios para as eleições de 24 de Setembro. Luís Arrais e Nuno Serra estiveram recentemente em Alcanede, em dias diferentes, para esclarecerem os militantes daquela zona do concelho. Luís Arrais afirma que foi um encontro muito positivo. “Para além de apresentarmos as nossas ideias para a concelhia do PSD, para Santarém e para o país, ouvimos também as sugestões de muitos militantes de Alcanede”, refere o candidato acrescentando “que é essencial promover debates e conferências que mobilizem a população, que potenciem a participação de todos”. Luís Arrais afirmou ainda, no encontro de sexta-feira 27 de Agosto, que pretende “ser uma voz activa das vossas reivindicações e sugestões junto dos autarcas, e que todos façam parte da decisões e que saibam permanentemente da actividade que o executivo camarário desenvolve”. Já Nuno Serra esteve em Alcanede na noite de terça-feira, 31 de Agosto, defendendo uma maior representação do norte do concelho nos órgãos de soberania local, nomeadamente câmara e assembleia municipal. Anunciou também a intenção de preparar a próxima candidatura à presidência da câmara “serenamente e em colaboração com o dr. Moita Flores”.Defendendo uma política de proximidade com os militantes, com a sociedade civil, com as autarquias e instituições, Nuno Serra sublinhou no seu discurso que protagoniza uma candidatura que pretende potenciar o partido no concelho. “Não estamos dispostos a fazer uma política de boatos, de mexericos e do maldizer”, referiu, acentuando a dado passo acerca da sua lista, que ainda não foi divulgada: “São pessoas que lutam por este partido há largos anos e que nunca o fizeram para alcançar um lugar ou cargo público remunerado”.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1373
    17-10-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1373
    17-10-2018
    Capa Médio Tejo