Política | 09-12-2011 13:09

Câmara do Entroncamento aprova orçamento superior a 33 milhões de euros

Apenas com os votos da maioria social-democrata, a Câmara do Entroncamento aprovou, para 2012, um orçamento de 33 milhões 515 mil e 209 euros. “É o orçamento possível e o menos penalizador para as pessoas, depois de ter sido devidamente tratado e analisado”, justificou o presidente da autarquia, Jaime Ramos (PSD) na reunião de 5 de Dezembro, realçando que a Câmara não pode deixar de inscrever verbas no orçamento que servem para complementar candidaturas a obras comunitárias. Tanto os vereadores do Partido Socialista (PS), Alexandre Zagalo e Henrique Cunha, como o vereador do Bloco de Esquerda (BE), Carlos Matias, votaram contra. Alexandre Zagalo salientou que “foi positiva” a reunião preparatória do orçamento uma vez que permitiu que a oposição desse “um pequeno contributo” na elaboração do mesmo mas realçou que “num período difícil”, tem que se pensar mais nas pessoas e menos nas obras. Já Carlos Matias do Bloco de Esquerda disse que o orçamento apresentado é a “continuidade” do anterior, salientando a “alta cobrança de taxas municipais”. Carlos Matias congratulou-se, no entanto, por ver inscritas verbas que remetem para a requalificação do Cine-Teatro S. João, uma obra que já esteve inscrita em outros orçamentos mas que nunca foi levada avante.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1377
    15-11-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1377
    15-11-2018
    Capa Médio Tejo