Política | 10-03-2012 09:19

Guerra entre presidente da Câmara de Almeirim e ex-presidente da assembleia ainda não acabou

A guerra pessoal e política entre o presidente da Câmara de Almeirim e o ex-presidente da assembleia municipal, Armindo Bento, que era uma das pessoas mais próximas de Sousa Gomes, ainda não acabou. Quando se pensava que os desentendimentos entre os dois socialistas tinham esfriado com o afastamento de Armindo Bento da política activa, vem a saber-se que o presidente da autarquia ainda não está satisfeito. Agora está em causa o facto de o presidente da assembleia no anterior mandato, que acabou destituído por causa do conflito, andar a faltar continuadamente às sessões da assembleia, para a qual foi eleito nas últimas eleições pelo MICA, movimento de independentes ao qual aderiu.O presidente da câmara já fez chegar ao presidente da assembleia o seu desagrado pela situação. Sousa Gomes disse a O MIRANTE que Armindo Bento merece perder o mandato. E revela que tem insistido com o presidente do órgão, José Marouço, para que se tome uma posição. Mas até agora o assunto não foi levado a qualquer reunião e as faltas dadas pelo autarca do MICA têm sido justificadas. O afastamento de Armindo Bento nos últimos tempos tem contribuído para a paz política, mas isso pode agora estar comprometido. O deputado municipal, contactado por O MIRANTE, diz que se estão com saudades suas, o melhor é fazer a vontade a quem está preocupado e diz que vai estar presente numa das próximas assembleias.

Mais Notícias

    A carregar...