Política | 04-01-2017 17:35

Tomar não tem verba para substituir condutas de água em fibrocimento

Anabela Freitas refere que o quadro comunitário de apoio Portugal 2020 não contempla verbas para a substituição de tais condutas.

O cidadão Américo Costa foi à reunião de Câmara de Tomar de dia 2 de Janeiro, colocar algumas perguntas ao executivo municipal sobre a existência de condutas em fibrocimento, contendo amianto, na rede de distribuição pública da água do concelho. E recorda que foi proibida a utilização de fibrocimento e ordenada a sua remoção de edifícios públicos.

A presidente da autarquia, Anabela Freitas (PS), refere que antes da transposição da directiva comunitária, “era tudo construído em fibrocimento” e que o quadro comunitário de apoio Portugal 2020 não contempla verbas para a substituição de tais condutas. “Se o Governo entendesse ser importante devia ter colocado a substituição das condutas no Portugal 2020”, respondeu a autarca. Durante a sua intervenção, o vereador João Tenreiro (PSD) diz que os fundos comunitários para substituir condutas de água existem, contrariamente ao que a presidente afirmou. Por seu lado, Anabela Freitas explica a não existência de candidaturas específicas para remodelação de redes mas sim para as fechar.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1369
    20-09-2018
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1369
    20-09-2018
    Edição Vale Tejo