Política | 15-10-2017 15:22

Pedro Ferreira quer melhorar infraestruturas desportivas

Pedro Ferreira quer melhorar infraestruturas desportivas

Para o autarca, Torres Novas tem sido uma referência nacional, nos últimos anos, pela conquista de inúmeros prémios e medalhas nas mais variadas categorias e modalidades desportivas.

O novo executivo da Câmara de Torres Novas pretende intervir na pista de atletismo de tartam no estádio municipal, no campo sintético de Riachos, na conclusão do ginásio de Riachos, no Pavilhão municipal Matias Pedro e na construção de uma piscina de Verão na cidade. Foi o que afirmou o presidente do município, Pedro Ferreira (PS), no seu discurso na tomada de posse que decorreu no sábado, 14 de Outubro, no auditório da Biblioteca Municipal Gustavo Pinto Lopes, em Torres Novas. Um local que foi pequeno para todos os que quiseram assistir à cerimónia. Para o autarca, Torres Novas tem sido uma referência nacional, nos últimos anos, pela conquista de inúmeros prémios e medalhas nas mais variadas categorias e modalidades desportivas. Algo que “nos enche de orgulho e que nos alerta para a enorme responsabilidade e especial atenção que devemos assumir a este sector”.

Outro dos desafios propostos por Pedro Ferreira, que parte com “uma estabilidade financeira” alcançada no mandato anterior, é conceber uma estratégia que identifique Torres Novas não apenas como um município empreendedor, com qualidade de vida, atractivo, solidário, sustentável e mais eficiente mas também como uma autarquia competitiva, próxima e participativa.

O novo executivo municipal liderado pelo presidente reeleito, Pedro Ferreira, sofreu alterações, tanto que respeita aos vereadores da maioria socialista como da oposição, passando os lugares a serem ocupados por Joaquim Cabral (PS), Carlos Ramos (PS) e João Quaresma (PSD). Luís Silva e Elvira Sequeira dão continuidade ao mandato anterior pelo PS, da mesma forma que Helena Pinto pelo Bloco de Esquerda (BE).

Na assembleia municipal, também se juntam novos deputados aos que desempenharam a função entre 2013 e 2017. Ainda assim, mantém-se o presidente, José Trincão Marques (PS), que tem como primeira e segunda secretárias Nuno Carpentier (PS) e Soraia Vieira (PS), respetivamente. A única lista, apresentada pela bancada socialista, foi aprovada por maioria com 21 votos favoráveis e 11 brancos.

Além do presidente e secretárias, este órgão deliberativo passa a ser constituído pelos socialistas Manuel Filipe, Maria da Luz Lopes, Mário Mota, Francisco Dinis, Nuno Lopes, Rita Morte e Armando Rodrigues e João Miguel Trindade, a par do novo presidente da junta de freguesia de Zibreira, João Carlos Cassis, e dos presidentes reeleitos de oito juntas de freguesia: Alfredo Antunes (Chancelaria), Lígia Santos (Meia Via) (PS), Paulo Simões (Pedrógão), José Júlio Ferreira (Riachos), Manuel Júnior (Brogueira, Parceiros de Igreja e Alcorochel), Hélder Rodrigues (Olaia e Paço), António Morte (Santa Maria, Salvador e Santiago) e Júlio Clérigo (São Pedro, Lapas e Ribeira Branca). O presidente da junta de Assentis, Leonel Santos, mantém-se como independente.

A bancada do PSD é formada por Rosa Amora, Jorge Simões, Maria da Conceição Prata e Evelina Mendes. José Carlos Lopes, Rui Vieira e Terezina Paz representam o BE, Nuno Guedelha e Ana Cristina Tomé a CDU e Gonçalo dos Reis o CDS-PP.

* Notícia desenvolvida no jornal O MIRANTE

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1351
    16-05-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1351
    16-05-2018
    Capa Médio Tejo