Saúde | 23-03-2006 10:08

Hospital de Torres Novas sem oftalmologista

A direcção do Centro Hospitalar do Médio Tejo garante que as consultas de oftalmologia vão continuar em Torres Novas, assim que se consiga contratar um especialista.O Hospital Rainha Santa Isabel (HRSI), em Torres Novas, não tem médico oftalmologista desde Setembro do ano passado. Uma situação que faz com que mais de uma centena de utentes dessa unidade do Centro Hospitalar do Médio Tejo (CHMT) esteja em lista de espera para a marcação de uma consulta e se questione quanto à continuidade dessa valência.Silvino Alcaravela, presidente do conselho de administração do CHMT, garante que estão a ser feitos esforços no sentido de contratar um profissional que assegure a consulta de oftalmologia no Hospital de Torres Novas. E explica que a demora desse recrutamento se deve à escassez de recursos humanos e ao consequente aumento do valor de mercado dos oftalmologistas.Numa altura em que se assiste a um processo de restruturação do CHMT, mercê das dificuldades financeiras provocadas pelos incomportáveis custos apresentados pelas três unidades hospitalares abrangidas – Torres Novas, Tomar e Abrantes -, Silvino Alcaravela afiança que a consulta de oftalmologia do HRSI não está em causa, apesar da redução de efectivos a que foi sujeita.“O serviço de oftalmologia com diferenciação tecnológica está de facto sediado em Tomar, mas as consultas dessa especialidade vão continuar tanto em Torres Novas, como em Abrantes, numa política de descentralização desses cuidados”, garante.No entanto, Silvino Alcaravela mostra-se cauteloso quanto a verdades absolutas e adianta que apesar de se assumir a vontade de manter a consulta de oftalmologia nos três hospitais, “muitas vezes, a redução de efectivos em determinadas áreas, obriga a fazer alterações estratégicas”. E, por isso, “se algum dia tiver de ser feita alguma alteração nesse domínio, será em nome da viabilidade técnica e do melhor interesse das populações”.Entretanto, enquanto a consulta de oftalmologia continuar a existir no hospital de Torres Novas, mesmo que teoricamente, já que não há médico que a assegure, os utentes da área de residência atribuída ao HRSI, vão continuar à espera. E não podem sequer recorrer à consulta de outra unidade do CHMT, sem a aprovação da direcção de serviço. O que, nos últimos meses, tem conduzido à devolução de várias credenciais ao Hospital de Torres Novas com pedidos de consulta de oftalmologia em Tomar. A justificação surge com o facto do HRSI ter consulta de oftalmologia. Apesar do serviço não estar a funcionar por falta de médico.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1360
    19-07-2018
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1360
    19-07-2018
    Capa Vale Tejo