Saúde | 09-04-2006 21:24

Bloco operatório precisa de obras urgentes

O bloco operatório do hospital de Abrantes apresenta várias deficiências, a principal das quais diz respeito a fugas de gás anestésico. As anomalias foram detectadas pelo sistema de verificação e controlo de qualidade da própria unidade, numa inspecção realizada em Dezembro do ano passado.Por estar em causa a saúde ambiental, mais dos profissionais que passam ali o dia do que propriamente dos doentes alvo de cirurgia, foi solicitada pela administração do CHMT uma intervenção ao bloco.Silvino Alcaravela afirmou ao nosso jornal que o centro está neste momento a elaborar o caderno de encargos para as obras necessárias, cujo financiamento, superior a 200 mil euros, virá do Serviço de Utilização Comum dos Hospitais (Such).Embora na esfera do Ministério da Saúde o Such é um organismo com autonomia administrativa e financeira, tendo como sócios os próprios hospitais. As quotas pagas pelas unidades de saúde servem à posteriori para pagamento de investimentos como o que tem agora de ser feito no bloco operatório de Abrantes.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Médio Tejo