O concelho que adoptou o nome do rio

Toda a região em que se insere o concelho de Ferreira do Zêzere é muito acidentada. A maior parte é constituída por terrenos provenientes da desagregação de xistos, quartezitos e grês, existindo na periferia da vila terrenos de várzea bastante férteis. A vila sede de concelho situa-se numa pequena “crista” com uma altitude média de 350m. A única depressão com maior significado situa-se a norte do aglomerado, a que corresponde uma linha de água que torna essa zona mais húmida. O concelho é limitado a nascente pelo Rio Zêzere, que deu nome à vila. Toda a região tem um subsolo bastante rico em água, excepto a zona de Chãos.Ferreira do Zêzere localiza-se a cerca de 160 quilómetros a norte de Lisboa e a 180 quilómetros a sul do Porto. A origem do nome deste concelho está no início do século XIII. Pedro Ferreiro, besteiro de D. Sancho, a quem este doara parte da área actual deste município, atribui foral a então denominada Vila ferreiro. Dada a proximidade do rio Zêzere, já em tempo da monarquia liberal, a vila passa a chamar-se Ferreira do Zêzere. A partir de 1306 passa a pertencer aos Templários. Em 1319 transita para a Ordem de Cristo. D. Nuno Rodrigues, mestre desta ordem, coloca a primeira pedra para construção dos paços de Ferreira do Zêzere em 1362. Em 1517, quando as populações se recusam a prestar juramento em Vila de Rei e o Rei D. Miguel termina o conflito, decidindo que Ferreira do Zêzere tenha forca e pelourinho próprios. Mais tarde, em 1531, D. João III torna-a Vila. O concelho tem uma área 190,5 quilómetros quadrados e uma população actualmente de 9781 pessoas. * Informações disponibilizadas no site da câmara municipal www.cm-ferreiradozezere.pt

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1381
    13-12-2018
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1381
    13-12-2018
    Capa Vale Tejo