Um homem sério e um autarca rigoroso e cumpridor

Integrou pela primeira vez o executivo municipal do Entroncamento como vereador da oposição, em 1993. Nessa qualidade fez dois mandatos. Foi sempre o número dois da lista do PSD mas quando o partido finalmente decidiu apostar nele prescindido da crónica derrotada, Paula Carloto, provou que se enganavam todos aqueles que viam nele um candidato apagado e incapaz de mobilizar o eleitorado. Em 2001 acabou com o reinado do PS que durava desde as primeiras eleições livres.Com trabalho, perseverança e pulso, iniciou um trabalho de reorganização do município, resolveu obras que se arrastavam penosamente sem fim à vista e lançou as fundações para captação de novos investimentos. No final do primeiro mandato já não havia dúvidas sobre as suas capacidades. Foi reeleito com maioria absoluta e no mandato seguinte aumentou a votação. Foi por muito pouco que não conseguiu cinco dos sete lugares. Filho único de um ferroviário, Jaime, como o pai, Jaime Maia Ramos, nasceu em Santa Maria, Sintra, porque nessa altura o progenitor trabalhava em Lisboa e a família residia naquele concelho. A mãe, Cândida do Carmo Gonçalves, era doméstica. O Entroncamento, terra natal dos seus pais, começou a ser a sua terra aos dois anos de idade. Foi lá que frequentou o ensino básico e estudou até ao antigo 5º ano no colégio Mouzinho de Albuquerque. Interrompeu os estudos quando frequentava o Liceu em Tomar, porque se ofereceu como voluntário para o exército. “Queria despachar o serviço militar para resolver a minha vida”, justifica. O antigo jogador de futebol dos Leões de Santarém, do Ferroviários, do Grupo Desportivo da Cardiga e do Clube Amador de Desportos do Entroncamento, fez a sua vida profissional como bancário o que lhe deu traquejo para lidar com pessoas e uma grande noção de rigor. No exercício das suas funções é disciplinado, empenhado e sério. É capaz de reconhecer erros mas não se desvia do caminho que traçou para atingir um objectivo, ao sabor de ventos ou marés. Criou uma equipa coesa e disciplinou as reuniões do executivo tornando-as mais produtivas.Os programas que tem apresentado ao eleitorado são pensados para cumprir e não apenas para servir de chamariz eleitoral. As propostas aí feitas são incorporados nos planos de acção e estratégias de desenvolvimento do município. Pode em determinadas circunstâncias não atingir um ou outro objectivo mas quem vota nele e na sua equipa não terá razões para se sentir defraudado com o incumprimento das promessas feitas. Requalificou grande parte do Entroncamento, investiu em novas escolas, em espaços desportivos e está a lançar as primeiras obras que vão transformar a zona do Bonito no grande parque da cidade. Na Assembleia Municipal já foi elogiado pelo trabalho feito a nível social, por forças políticas bastante exigentes a esse nível como a CDU. Se as contas do município não estão em melhor situação isso deve-se em grande parte ao incumprimento de obrigações do Governo Central, nomeadamente ao nível do pagamento das comparticipações do QREN. É um homem de família e embora preserve a sua vida privada é com indisfarçável orgulho que fala da filha Cláudia ou do neto Manuel. É normal comparecer em actos públicos acompanhado pela esposa Amélia. Mantém antigas amizades

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1380
    05-12-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1380
    05-12-2018
    Capa Médio Tejo