26º Aniversário | 20-11-2013 15:28

As únicas Áreas de Localização Empresarial licenciadas

Os Parques de Negócios do Vale do Tejo são as primeiras e únicas áreas de Localização Empresarial (ALE’s) do país, licenciadas pelo ministério da Economia. Situados no distrito de Santarém, estes três parques de negócios têm três localizações de excelência, Torres Novas, Rio Maior e Cartaxo. Cada um destes parques é gerido por uma sociedade gestora. Em Rio Maior é gerido pela Depomor, em Torres Novas pela Geriparque e no Cartaxo pela Valleypark.O parque de Torres Novas tem uma área total de 34,4 ha e é constituído por 25 lotes, com áreas desde os 2.000 m2. Neste momento o parque dispõe já de cerca de metade da área ocupada por duas empresas. Uma das empresas é a cadeia Lidl, com a presença de um dos 4 entrepostos logísticos do país, outra é a Digidelta.O parque de Rio Maior detém 65 ha com 76 lotes projectados, desde 3.000 m2, com uma área total infraestruturada de 20 ha. Actualmente estão instaladas duas empresas, a Nobre e a Cortizo, tendo iniciado este mês as obras de edificação, a PMBN, uma empresa de comercialização de peças automóveis e desmantelamento de viaturas. Também a empresa SGLux (trading com negócios em Angola) adquiriu um lote à entrada do parque, tendo já os projectos concluídos e aprovados pela Câmara Municipal de Rio Maior.O parque do Cartaxo conta com uma área de 30,6 ha, com 119 lotes projectados, a partir de 500m2. A Valleypark está em fase final de conclusão das obras de infra-estruturação da 1ª fase, cerca de 5ha de lotes infraestruturados, num total de 45 lotes disponíveis. Estas obras decorrem em paralelo com as obras de edificação do edifício sede da Tagusgás, primeira empresa a instalar-se no Parque.De realçar que em cada parque existe a possibilidade de emparcelamento de lotes.As sociedades que gerem os Parques de Negócios têm competências de licenciamento das empresas que se queiram instalar, fazem uma gestão condominial das infra-estruturas comuns e exercem funções de fiscalização das actividades instaladas e das emissões produzidas e prestação de serviços de apoio às empresas.Os Parques de Negócios do Vale do Tejo são espaços qualificados e de exigente qualidade urbanística destinados à instalação de actividades empresariais (indústria, logística, comércio e serviços).Incluem também uma Aldeia Empresarial com restaurante, creche/colégio, auditório, salas de formação, salas de reuniões, hotel, quiosque, ETAR, agência bancária, posto de abastecimento, incubadora de empresas, equipamentos desportivos, health-club, videoconferência, cafetaria, área de ciência e tecnologia, ciclovias e espaços verdes.Os índices de construção são de 60%, apresentando o do Cartaxo um índice de 100%. O preço é concorrencial face à área metropolitana de Lisboa e as acessibilidades são excelentes uma vez que cada Parque se situa junto a nós de auto-estradas, A23, em Torres Novas; A15 em Rio Maior e A1 no Cartaxo.Todas as operações de compra de lotes por parte das empresas, beneficiam de isenção de IMT (Imposto Municipal sobre Transmissões) e isenção de IMI (Imposto Municipal sobre Imóveis) durante 10 anos. Os potenciais clientes também poderão usufruir de incentivos financeiros do QREN, uma vez que cada um dos concelhos onde estão inseridos os Parques, encontram-se localizados numa NUT de Objectivo I.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1356
    20-06-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1356
    20-06-2018
    Capa Médio Tejo