uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Andam a eliminar as passadeiras na EN 3 no concelho de Santarém

Andam a eliminar as passadeiras na EN 3 no concelho de Santarém

Presidente da União de Freguesias de Casével e Vaqueiros inconformado com essa medida da Infraestruturas de Portugal
Edição de 09.03.2016 | Política
Várias passagens para peões, vulgarmente conhecidas como passadeiras, que estavam implantadas fora das localidades no troço da Estrada Nacional (EN) 3 entre Casével e Santarém foram suprimidas pela Infraestruturas de Portugal, empresa pública que tutela as estradas nacionais. Uma medida que causa alguma estranheza, até porque em nada contribuirá para a segurança rodoviária.O MIRANTE contactou o gabinete de comunicação da Infraestruturas de Portugal no sentido de saber quais as razões que levaram à supressão das passadeiras. Até ao fecho desta edição, não recebemos qualquer resposta sobre o assunto, ficando por saber se esta medida está a ser aplicada noutros pontos do concelho e da região e com que finalidade.O presidente da União de Freguesias de Casével e Vaqueiros, Carlos Trigo (PSD), estranha esta solução, dizendo mesmo que “é muito arriscado deixar as pessoas entregues à sua sorte” para atravessar a movimentada estrada nacional que atravessa o Ribatejo de norte a sul. O autarca não sabe se essa situação está a ocorrer noutros troços da via, mas entre Santarém e Casével, ao longo de cerca de 25 quilómetros, foram muitas as passadeiras que desapareceram.Carlos Trigo diz que na sua freguesia, ao longo da EN 3, foram cinco ou seis passadeiras suprimidas, algumas junto a paragens de autocarros e habitações. E lembra que há pessoas que têm propriedades dos dois lados da via, o que as obriga a atravessar a estrada com regularidade. “Há casos de pais que vivem de um lado e filhos que vivem do outro lado da estrada”, exemplifica, sublinhando que as passadeiras eram uma garantia para quem queria atravessar.Na última sessão da Assembleia Municipal de Santarém, Carlos Trigo pediu ao presidente da Câmara de Santarém para colocar essa questão na reunião que vai ter com a Infraestruturas de Portugal, ao que Ricardo Gonçalves anuiu, garantindo que vai levar esse e outros assuntos relacionados com a rede viária levantados por autarcas nessa sessão.
Andam a eliminar as passadeiras na EN 3 no concelho de Santarém

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...