Retrospectiva 2016 | 02-03-2017 09:21

Uma mulher simples com uma coragem invulgar

Uma mulher simples com uma coragem invulgar

A homenagem a título póstumo que O MIRANTE decidiu prestar a Odete Silva é uma forma de lembrar uma cidadã empenhada na vida da comunidade e com muita vontade de contribuir para uma vida melhor para todos.

Início de Agosto de 2012. Assembleia da República em Lisboa. A jovem deputada Odete Silva está a subir um lance de escadas no interior do edifício ao mesmo tempo que uma funcionária da limpeza que transporta consigo vário equipamento. Sem hesitar tira-lhe o balde com água das mãos e sobe com ela, sorridente e a conversar.
Era assim mesmo, espontânea e sem complexos, a mulher que morreu a 10 de Março de 2016, com 44 anos, vítima de cancro, deixando família e amigos profundamente tristes e a região mais pobre.
Odete Maria Loureiro da Silva trabalhou como gestora numa empresa de distribuição de combustíveis antes de entrar para a política. Na altura do seu falecimento era Deputada, eleita pelo círculo eleitoral de Lisboa, presidente da direcção da Associação dos Bombeiros Voluntários da Póvoa de Santa Iria e presidente da concelhia do PSD de Vila Franca de Xira. Quem a conhecia bem considerava-a uma mulher leal, frontal e dialogante.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1321
    18-10-2017
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1321
    18-10-2017
    Capa Médio Tejo