uma parceria com o Jornal Expresso
24/07/2017
Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Fundação José Saramago com novas e melhores instalações na Azinhaga
Espaço polivalente nasceu na antiga escola primária da aldeia do concelho da Golegã. Conta com uma sala de leitura, um auditório, sala de exposições e a recriação de uma cozinha antiga, para além de objectos ligados à vida e obra do Prémio Nobel da Literatura.
Edição de 13.04.2017 | Sociedade

A população da Azinhaga saiu à rua no sábado, 8 de Abril, para assistir à inauguração das novas instalações do núcleo local da Fundação José Saramago. O agora denominado “Espaço Nasci na Azinhaga” fica instalado na antiga escola primária da freguesia, num espaço maior e com mais condições.
Num dos salões fica instalada a sala de leitura e, no outro, um auditório e sala de exposições, enquanto um dos dois gabinetes acolhe a recriação de uma cozinha como a que Saramago descreve ter sido a dos seus avós, com a chaminé e os banquinhos azuis e a louça da época. É ainda possível ver a cama onde os avós de José Saramago dormiam e que, como contou no discurso do Prémio Nobel, servia de abrigo, nas noites de frio, aos animais “mais delicados”. Também são mostradas fotos de família do tempo de “As Pequenas Memórias”, reconstruindo-se “um certo modo de vida rural”.
Para o presidente da Junta da Freguesia de Azinhaga, Vítor Guia, o novo espaço, que vai estar aberto de terça-feira a sábado, dará “maior visibilidade” à presença de José Saramago na aldeia, com melhores condições para receber os muitos turistas que a visitam, mas também para “trazer escolas”, possibilitando que crianças e jovens de todo o país conheçam melhor a vida e obra de Saramago.

Veio da Alemanha de propósito para conhecer a aldeia de Saramago
À conta da delegação da Fundação José Saramago, a aldeia já foi visitada por pessoas de 30 nacionalidades e o autarca não se esquece de uma turista especial que o marcou. Uma senhora alemã que, há cerca de um ano, apareceu de táxi vinda directamente do aeroporto de Lisboa, ao qual regressou algumas horas depois para apanhar o voo de regresso a Dusseldorf. “Apanhou o avião de propósito para vir conhecer a terra de Saramago”, conta.
O programa de inauguração do novo espaço incluiu várias actividades que se prolongaram durante todo o dia de sábado. A abertura decorreu pelas 11h00 junto ao parque de merendas. De seguida, os convidados puderam percorrer um passeio e passadiço ao longo da margem direita do rio Almonda, onde a junta de freguesia instalou painéis de azulejos com frases de livros de Saramago relacionadas com a sua terra natal.
Depois da inauguração dos painéis de azulejos, iniciou-se, pelas 13h00, a cerimónia de abertura do novo espaço da fundação, altura em que foi também exibido o vídeo promocional da freguesia de Azinhaga. Seguiu-se um almoço convívio no pátio da fundação que esteve aberto à população. O encerramento da cerimónia, pelas 16h30, contou com encenação da peça de teatro “Ensaio Sobre a Cegueira”, que o Grupo Cénico Casa da Comédia estreou em Novembro, mês que a aldeia dedica a Saramago.
Em relação ao antigo espaço onde se encontrava a delegação da Fundação José Saramago, Vítor Guia refere que está previsto que fique reservado para o Grupo Cénico Casa da Comédia.

Comentários
Mais Notícias
    A carregar...