uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Fátima vai ter ecrãs gigantes para acompanhar cerimónias no Santuário

Edição de 20.04.2017 | Política

Ecrãs gigantes vão ser colocados em vários pontos de Fátima para que quem não consiga chegar perto da Cova da Iria possa acompanhar as cerimónias no Santuário, durante a visita do papa, a 12 e 13 de Maio.
O presidente da Câmara de Ourém, Paulo Fonseca (PS), diz que a vinda do Papa Francisco a Fátima está a ser preparada ao mais pequeno pormenor, por um grupo restrito - e mais alargado - de todas as entidades que vão estar envolvidas nas várias operações previstas para os dias 12 e 13 de Maio.
Levantando um pouco o véu de algumas destas iniciativas previstas, Paulo Fonseca revelou que “vão ser colocados ecrãs gigantes ao longo da cidade com o objetivo de descomprimir as pessoas”.
“Sabemos que numa coisa destas, as pessoas vão empurrando mais um bocadinho para chegar mais próximo e isso pode ser mau”, reforçou o autarca, informando que também “vai haver muitas bolsas de estacionamento” fora da cidade, que serão servidas por uma “rede de ‘transfers’” já contratada pelo município e que circulará “constantemente entre as bolsas de estacionamento e o Santuário”.
De forma a ajudar a localização das viaturas deixadas pelos peregrinos, a autarquia vai pintar a cidade em quatro cores, que identificam a bolsa de estacionamento. “No ‘transfer’, a pessoa vai receber uma senha com um número e uma cor, porque quando regressar pode não saber onde deixou o carro e assim mostra a senha ao motorista que lhe indica o ‘transfer’ certo”, precisou Paulo Fonseca.
Foram também alugadas cerca de 180 casas de banho amovíveis. Paulo Fonseca disse ainda que recusou vendedores ambulantes e no dia 12 de Maio só os fornecedores de produtos frescos terão um período para aceder ao espaço perto do Santuário. “Vamos reunir com a população e sensibilizá-la para que todos os outros fornecedores abasteçam os armazéns [estabelecimentos comerciais] dias antes”, explicou.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...