Autárquicas 2017 | 04-10-2017 10:40

Carlos Coutinho preparado para mais quatro anos de “profunda dedicação e trabalho”

Carlos Coutinho preparado para mais quatro anos de “profunda dedicação e trabalho”

Presidente da Câmara de Benavente foi dono de uma alegria moderada e de uma grande serenidade ao longo de todo o dia das eleições e à noite agradeceu a confiança que o povo tornou a depositar nele, prometendo tornar Benavente “mais bonita, agradável e atraente” nos próximos quatro anos.

A alegria e serenidade que Carlos Coutinho manteve durante todo o domingo, 1 de Outubro, dia das eleições autárquicas, corresponderam à vontade do povo que voltou a elegê-lo para mais quatro anos no poder na Câmara de Benavente. Nas várias mesas de voto espalhadas pelas quatro freguesias do concelho, o povo foi votar sem percalços. O dia foi recheado de sorrisos, abraços e reuniões de quem matou saudades de amigos, familiares e conhecidos que reencontrou na hora de votar. E a festa à noite, que começou mais tarde que o previsto pelo atraso na contagem dos votos, também foi de alegria para muita gente.
Para Carlos Coutinho o dia começou cedo e às 08h45 já estava a dar entrada na Escola Básica 2,3 de Samora Correia para ir votar. Confessava-se “de consciência tranquila” pelos últimos quatro anos “de muito trabalho e profunda dedicação” mas também um pouco “cansado, visto que ainda não tive férias este ano”. Foi por isso que aproveitou a véspera das eleições para descansar em família.
Na sede do concelho, cinco das seis mesas de voto da freguesia estavam concentradas na Escola Básica 1 de Benavente e a outra estava na localidade de Foros da Charneca. O movimento foi constante na escola, com as horas de maior afluência registadas de manhã e também a partir das 15h00. Foram vários os casos dos cidadãos com dificuldade no movimento, devido à idade, a doenças ou a outras circunstâncias, que necessitaram do auxílio de elementos da mesa na hora de ter acesso a um direito que, apesar das dificuldades, não quiseram deixar de exercer.
Quando o dia se aproximava do fim, era na câmara municipal, entre a sala do presidente e a sala comum, que se concentrava quem não quis deixar Carlos Coutinho esperar sozinho pelos resultados. Com aperitivos e bebidas sobre a mesa, a televisão ligada na RTP1 para acompanhar em directo o desenrolar da noite eleitoral a nível nacional, repartiam-se pelas cadeiras os membros da câmara que conseguiam manter-se sentados e pelos corredores os que tinham bichos-carpinteiros nos pés.
Ao contrário do previsto, a contagem dos votos não foi rápida e já passava das 22h00 da noite sem que ainda se soubesse quem seria presidente nas Juntas de Freguesia de Samora Correia e Benavente. Na freguesia de Benavente o atraso estava na contagem dos votos da mesa de Foros de Almada, que tiveram de ser trazidos para a câmara e contados lá. A esta hora já os populares começavam a reunir-se à porta do edifício, à espera que Carlos Coutinho e a sua comitiva saíssem. Isso acabou por acontecer mais tarde, já perto das 23h00, e como já passava da hora de silêncio obrigatório, a festa fez-se de forma moderada, mas a moderação não se estendeu à felicidade de Carlos Coutinho e dos seus apoiantes.
“Agradecemos esta maioria e estas condições que nos foram dadas pelo povo de Benavente, que depositou em nós a confiança à qual vamos corresponder com grande trabalho nestes próximos quatro anos, com um programa muito extenso e exigente que acreditamos que vai ser importante para tornar Benavente mais bonita, agradável e atraente”, disse Carlos Coutinho.

A vitória em números

Carlos Coutinho foi reeleito com 45,50% dos votos em relação aos 24,14% de Pedro Pereira do PS, aos 20,92% de Ricardo Oliveira do PSD e aos 2,82% de Fernando Brites do CDS. Ficam, portanto, quatro assentos para a CDU, dois para o PS e outro para o PSD. Quanto às juntas de freguesia, a de Benavente também se mantém CDU com Inês Correia no segundo mandato; a de Samora Correia continua CDU com Augusto Marques a vencer; Santo Estêvão continua presidida por Nelson Norte (PSD); e Fátima Machacaz (PS) também foi reeleita na Barrosa. Na assembleia municipal serão dez os mandatos CDU e os restantes serão seis para o PS e cinco para o PSD.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Médio Tejo