uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
União do Forte da Casa celebrou aniversário com criação de Escola de Fado
Foto O MIRANTE

União do Forte da Casa celebrou aniversário com criação de Escola de Fado

Colectividade nasceu há 27 anos na sequência de um jogo de futebol entre solteiros e casados. Os xailes e violas pendurados nas paredes do salão da União Desportiva e Cultural do Forte da Casa faziam antever uma noite de emoções fortes e assim aconteceu: a colectividade celebrou o 27.º aniversário, no sábado, 20 de Janeiro, com um jantar e a inauguração de uma Escola de Fado.

Edição de 25.01.2018 | Cultura e Lazer

Foi precisamente há 27 anos que depois de um jogo de solteiros contra casados nasceu esta associação. Uma história feita de vitórias e momentos menos bons, que Abílio Lopes, presidente do União do Forte da Casa e sócio número um, recorda com felicidade. “Já fomos várias vezes campeões em basquetebol feminino e fizemos uma série de actividades, como rally-papers, que nos deixam muito orgulhosos”.
Em tempos, o União do Forte da Casa teve equipas de futsal, futebol 11, karaté e ginástica rítmica. A dificuldade de acesso a infra-estruturas reduziu as modalidades apenas ao basquetebol. “Queria deixar o apelo às entidades autárquicas para dentro das possibilidades que existem, fazerem com que as colectividades tivessem mais espaço para que os nossos jovens possam fazer mais desporto”, afirmou Abílio Lopes.
Depois do jantar cantaram-se os parabéns à associação e foi inaugurada a Escola de Fado. Carla Arruda foi a escolhida para madrinha e coube-lhe a honra de retirar o tecido que cobria a insígnia da Escola de Fado. Apesar de não ter nascido no Forte da Casa, já vive há 18 anos nesta freguesia do concelho de Vila Franca de Xira e é tratada como filha da terra.
Em conversa com O MIRANTE não escondeu a emoção. “Há pessoas que vão ser aqui minhas afilhadas e me viram a cantar na primeira escola onde eu andei. Isto porque já cantavam antes de mim. É uma surpresa mas o sentimento é muito bom”. Durante a semana é administrativa e aos fins-de-semana dedica-se ao fado. Uma paixão que resultou no lançamento de um álbum em 2009 e que espera ver cultivada na Escola de Fado do Forte da Casa.
“Não há ninguém que hoje em dia não venha cantar numa tertúlia de fado. Estão a aparecer muitos jovens interessados neste género musical. É um orgulho ser madrinha de uma escola de fado e acredito que esta em específico vá ter muito sucesso”, diz Carla Arruda.
As inscrições para a Escola de Fado já estão abertas e, segundo Manuel Alves, um dos directores da associação, “os interessados vão de crianças de oito anos a pessoas já reformadas”.

União do Forte da Casa celebrou aniversário com criação de Escola de Fado

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...