uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Treinador do Ouriense suspenso por um ano por agressão a futebolista do Mação
PUNIÇÃO. Incidentes com Mário Nelson aconteceram na Taça do Ribatejo Foto DR

Treinador do Ouriense suspenso por um ano por agressão a futebolista do Mação

Mário Nelson vai ainda ter de pagar uma multa de 150 euros e as custas do processo

Edição de 25.01.2018 | Desporto

O treinador de futebol da equipa sénior do Atlético Ouriense, Mário Nelson, foi suspenso por um ano pelo Conselho de Disciplina da Associação de Futebol de Santarém (AFS), depois de ter sido acusado de agressão a um futebolista da Associação Desportiva de Mação em Outubro.
O comunicado do Conselho de Disciplina, publicado no dia 18 de Janeiro no site da AFS, dá conta da deliberação tomada na sequência de um “processo de averiguações convertido em processo disciplinar”, que culminou com a decisão de “punir o treinador Mário Nelson, do Clube Atlético Ouriense, na pena de um ano de suspensão a contar a partir da presente data, na multa de 150 euros e nas custas do processo”.
No comunicado, é ainda referido que a suspensão começou “a contar a partir da presente data” e que o processo resulta de incidentes no jogo que o Ouriense disputou contra a Associação Desportiva de Mação, no dia 5 de Outubro de 2017, a contar para a Taça do Ribatejo.
Na ocasião, em comunicado publicado na página oficial da AD Mação no Facebook, o clube escreveu que “Bruno Lemos foi agredido à cabeçada pelo treinador do Ouriense, Mário Nelson, sem que nada o fizesse prever, quando se dirigia ao balneário após o aquecimento inicial para o jogo”, em situação que, afirmaram, ser “inadmissível no desporto” e “desprezível para quem vive o futebol” distrital.
“Consideramos que esta lamentável actuação por parte do treinador do Ouriense, Mário Nelson, é uma falta de respeito para com a nossa instituição, para com os nossos jogadores, mas principalmente para com o clube que representa, para com a sua direcção e para com os seus jogadores”, relatou o clube maçaense, acrescentando esperar por parte do técnico, “no mínimo, um pedido de desculpas”. Não havendo pedido de desculpas nem reconhecimento do sucedido por parte do técnico ouriense, o clube de Mação avançou oficialmente com uma queixa junto do Conselho de Disciplina, suportada pelos testemunhos de várias pessoas e que culminou na pena agora deduzida.
A O MIRANTE, Mário Nelson diz que nunca foi ouvido no decorrer do processo e prefere não prestar declarações nesta altura.

Treinador do Ouriense suspenso por um ano por agressão a futebolista do Mação

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...