uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Nelson Carvalho diz que a crise no CRIA é culpa dos outros
Humberto Lopes diz que foi preciso Nelson Carvalho chegar ao CRIA para este se tornar insustentável

Nelson Carvalho diz que a crise no CRIA é culpa dos outros

Humberto Lopes, ex-presidente da instituição de Abrantes, diz que já foi ouvido pela PJ e que foi preciso Nelson Carvalho chegar ao CRIA para que tudo se tornasse insustentável.

Edição de 15.03.2018 | Sociedade

O presidente do Centro de Recuperação e Integração de Abrantes (CRIA), Nelson Carvalho, deu uma entrevista à RAL, Rádio Antena Livre, onde assumiu que a situação financeira da instituição é insustentável e acusa as anteriores administrações de serem as culpadas da má gestão que deu origem à actual situação de quase falência.
Humberto Lopes, o anterior presidente do CRIA, ouviu as declarações de Nelson Carvalho e, depois de contactado por
O MIRANTE, optou por não comentar “enquanto decorrerem os processos em tribunal”. O ex-presidente da instituição adiantou no entanto que foi ouvido pela Polícia Judiciária (PJ) em Outubro do ano passado no âmbito do processo. Depois de insistentemente convidado a defender-se das acusações de Nelson Carvalho, Humberto Lopes acabou por dizer que esteve 18 anos na instituição e que “em 38 anos de CRIA foi preciso chegar Nelson Carvalho para que a instituição se tornasse insustentável”. “No CRIA temos de contar os tostões, não é como gerir uma câmara municipal”, disse, a terminar, numa alusão ao facto de Nelson Carvalho ter sido presidente da Câmara de Abrantes.
Na entrevista à RAL, Nelson Carvalho não adiantou nada que O MIRANTE não tenha já publicado e também ao nível dos esclarecimentos ficou tudo por explicar. Sobre a demissão dos membros do anterior Conselho Fiscal recusou dar conhecimento da carta que enviou; e informou que o presidente daquele órgão tinha acesso às contas ao afirmar na entrevista que “o presidente do conselho fiscal entrava directamente na contabilidade sem pedir autorização”.
O MIRANTE contactou Bento Henriques, anterior presidente do Conselho Fiscal, que referiu que neste momento é apenas um associado do CRIA e que não quer prestar qualquer declaração. “É o próprio presidente da actual direcção que afirma que o CRIA está mergulhado em confusões. Houve pessoas que saíram da organização, houve processos disciplinares, houve acções em tribunal e litígios diversos e há casos que ainda não acabaram”, disse, para justificar o seu silêncio sobre o conteúdo da entrevista.
Nelson Carvalho está há pouco mais de dois anos a dirigir o CRIA e durante este período foram várias as controvérsias e polémicas, sendo a mais recente a falta de dinheiro para pagar os subsídios de Natal aos funcionários, tendo sido aprovado um empréstimo à banca para fazer os pagamentos, pouco tempo depois dos membros do conselho fiscal se terem demitido, alegadamente por não lhes ser fornecida toda a informação necessária para avaliarem as contas.

Nelson Carvalho diz que a crise no CRIA é culpa dos outros

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...