uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Hélder Pereira é o segundo candidato à presidência do Politécnico de Santarém
Hélder Pereira (ao centro) com Teresa Serrano e Abel Santos

Hélder Pereira é o segundo candidato à presidência do Politécnico de Santarém

Actual vice-presidente do instituto diz que não lidera uma candidatura de continuidade nem de ruptura, mas sim um projecto para um novo ciclo. Vai ter como concorrente José Potes Mira, actual director da Escola Agrária de Santarém.

Edição de 03.05.2018 | Sociedade

“Envolver para Desenvolver” é o mote da candidatura de Hélder Pereira à presidência do Instituto Politécnico de Santarém, em que vai ter a concorrência de José Mira Potes, actual director da Escola Agrária de Santarém. A apresentação à comunicação social decorreu na manhã de sexta-feira, 27 de Abril, no Santarém Hotel, onde Hélder Pereira esteve acompanhado pelos dois candidatos da sua lista a vice-presidentes, Teresa Serrano e Abel Santos.
Hélder Pereira - vice-presidente do IPS, tal como Teresa Serrano - aponta a sua experiência e profundo conhecimento da instituição, onde é professor desde 1998, como mais valias que quer colocar ao serviço da comunidade académica. O candidato já foi também subdirector geral do Ensino Superior entre 1998 e 2000, chefe de gabinete do secretário de Estado do Ensino Superior em 2001 e 2002, tendo ocupado outros cargos de relevo tanto na Escola Superior de Gestão de Santarém como no IPS. É doutorado em Sociologia pela Universidade Nova de Lisboa.
O candidato diz que o desenvolvimento sustentado e preservação do IPS só serão garantidos se o mesmo for uma instituição indispensável para a região. “Será a região o nosso escudo protector. Todo o nosso trabalho será orientado para esse vector”, disse.
Do seu vasto caderno de encargos, destaca-se a proposta de criação de um Conselho Regional de Desenvolvimento Estratégico composto pelas chamadas forças vivas da região que ajude também a repensar a oferta formativa adequando-a às necessidades da região.
A internacionalização, o desenvolvimento de parcerias no âmbito da formação e investigação com outras instituições de ensino nacionais e estrangeiras, o debate interno sobre a possibilidade de os politécnicos passarem a conferir doutoramentos e o reforço da ligação entre a presidência do IPS e as várias escolas superiores são algumas das pedras de toque da candidatura.

“O presidente não pode ir às escolas só quando há festas”
Hélder Pereira garante que se for eleito vai passar um dia por semana numa das escolas do instituto, para contactar a comunidade académica e recolher sugestões, inteirar-se dos problemas e prestar esclarecimentos. “O presidente não pode nem deve ir às escolas só quando há festas ou quando é convidado”, observou.
Instado por O MIRANTE a comentar se essa era uma crítica velada ao actual presidente, Jorge Justino, Hélder Pereira recusou a ideia, dizendo que a sua proposta “não significa que não houvesse trabalho feito nesse campo, mas pode-se intensificar”.

Hélder Pereira é o segundo candidato à presidência do Politécnico de Santarém

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...