Sociedade | 22-12-2004 17:11

População de Paialvo contra danos causados por passagem de camiões

A população de Paialvo, Tomar, está farta de ter as ruas esburacadas, valetas abauladas e o asfalto coberto de terra. O presidente da junta não sabe o que fazer mais e a câmara optou por colocar sinalização a proibir a circulação a veículos com carga superior a 12 toneladas, o que não tem impedido os camiões de passar.Vítor Lourenço é empresário agrícola e tem à sua responsabilidade uma série de terrenos na zona de Paialvo. Para aceder a alguns deles tem de passar por uma estreita e centenária ponte, construída, como diz, para passarem carroças e pouco mais. De há um mês para cá que camiões ao serviço dos empreiteiros da obra de Refer - alguns deles sem matrícula como a nossa reportagem pôde constatar no local - passam inúmeras vezes por dia sobre a ponte, carregados de pedras e outro material, o que deixa o empresário agrícola indignado. “Alguém deve ser responsável por isto”, refere, ao mesmo tempo que a mulher diz já ter medo de passar no local. Medo de que a estrutura da pequena ponte acabe por cair numa altura em que esteja a passar no local.Mais pormenores na reportagem editada na edição semanal de O MIRANTE.

Mais Notícias

    A carregar...