Sociedade | 05-01-2005 17:34

Presidente da Câmara de Tomar com pena reduzida pelo Tribunal da Relação

O Tribunal da Relação de Coimbra reduziu de 60 para 40% a percentagem de culpabilidade do presidente da Câmara de Tomar no acidente que, em Junho de 2002, vitimou uma criança de nove anos.António Paiva acabou por ficar sujeito ao pagamento de uma multa de 150 dias à taxa de 20 euros diários. A anterior sentença, proferida a 28 de Novembro de 2003 pelo Tribunal de Primeira Instância, condenara-o a uma multa de 200 dias à taxa de 20 euros.A companhia de Seguros Fidelidade-Mundial também viu reduzida de 75 mil para 20 mil euros a indemnização que terá de pagar aos pais da criança pela perda do direito à vida do filho. O advogado da família da vítima lamentou a decisão, que não tem recurso possível.Todos os pormenores na edição semanal de O MIRANTE.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Médio Tejo