Sociedade | 13-01-2005 15:52

Chineses ilegais detidos em Porto Alto

Dois cidadãos chineses foram detidos na quarta-feira, 12 de Janeiro, em Porto Alto, Samora Correia por permanência ilegal no país. A detenção foi feita por inspectores do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) que identificaram também uma cidadã ucraniana em situação irregular. O SEF identificou meia centena de imigrantes de várias nacionalidades. A mulher foi notificada para abandonar voluntariamente o país no prazo de 20 dias.Quanto aos dois cidadãos chineses, foram presentes na quinta-feira ao Tribunal de Benavente que ordenou a sua expulsão do país. Os três imigrantes ilegais foram detectados numa acção de fiscalização na Zona Industrial de Porto Alto, junto da EN 10.Segundo o SEF, os dois cidadãos chineses encontravam-se a trabalhar num centro grossista de produtos com origem na China.Além destes cidadãos foram ainda identificados 48 cidadãos estrangeiros de várias nacionalidades, maioritariamente chineses, entre trabalhadores e clientes dos armazéns.O SEF detectou também infracções em sete lojas por empregarem estrangeiros que não estão habilitados a exercer actividade laboral em Portugal.Aos proprietários das lojas serão aplicadas coimas que podem variar entre os dois mil euros e os 27.500 euros por pessoa, consoante se trate de micro-empresa, pequena, média ou grande empresa.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1372
    10-10-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1372
    10-10-2018
    Capa Médio Tejo