Sociedade | 09-03-2005 10:27

Brasas destroem contentores em Almeirim

A Câmara de Almeirim está a substituir os contentores de recolha de lixo doméstico, fabricados em plástico, por recipientes em metal. A mudança visa acabar com uma situação que se está a tornar um problema, que é a destruição dos equipamentos devido à deposição de brasas mal apagadas no seu interior. Só nos últimos meses a autarquia teve um prejuízo de mais de 15 mil euros. Segundo dados fornecidos pelo vereador João Torres, responsável pela área da recolha de resíduos, entre Setembro de 2004 e Janeiro de 2005 foram destruídos 75 contentores. Cada recipiente de plástico custa cerca de 200 euros, sendo o valor dos metálicos muito mais elevado.A situação tem vindo a agravar-se devido ao tempo frio que se tem feito sentir. A falta de cuidado e civismo é uma das causas, segundo o município, que explica o que está a acontecer. Ainda na segunda-feira, dia 7, ardeu um contentor situado na rua Guerra Junqueiro, na zona norte da cidade. Considerando que o que está a acontecer representa gastos excessivos para a autarquia, o vereador garantiu que é preferível adquirir recipientes metálicos mais resistentes e duráveis. Para que tenham um melhor aspecto, estes são pintados de verde, a mesma cor dos de plástico. Até agora a medida tem vindo a abranger as zonas onde têm ardido contentores. Mas a autarquia admite vir a adquirir mais recipientes de metal

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1373
    17-10-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1373
    17-10-2018
    Capa Médio Tejo