Sociedade | 18-03-2005 14:52

Federação dos Agricultores de Santarém alerta para efeitos da seca

O presidente da Federação dos Agricultores do Distrito de Santarém (FADS), Amândio Freitas, alertou hoje para os danos da seca na região, particularmente no que diz respeito às culturas da vinha e hortícolas no Vale do Tejo."A situação no distrito de Santarém está muito complicada, porque a seca afecta quer a zona de regadio do Tejo e Sorraia quer a própria vinha, o que pode ser uma catástrofe no final do ano", afirmou o responsável.Até ao momento, a FADS já identificou vários problemas na produção de "cereais, beterraba e produtos hortícolas", que aumentaram os custos dos agricultores, obrigando-os a "regar gota a gota", com "despesas acrescidas".Além disso, o tempo frio e a geada queimaram muitas "culturas, mesmo dentro das estufas que não são aquecidas", alertou o responsável associativo, reclamando do Governo a atribuição de "apoios extraordinários ao sector"."Vai ser um ano trágico", avisou, mostrando-se também preocupado com os riscos futuros da produção de vinho."A vinha tem uma grande importância no distrito de Santarém e, com esta falta de chuva, ninguém sabe como é que vai ser o vinho do próximo ano", disse.Por outro lado, já se verificam "problemas pontuais" em "furos de captação de água", originando custos adicionais em alguns produtores, que precisam de trazer água de outros locais.Exemplo disso é o caso dos concelhos de Mação e Sardoal, que já distribuíram folhetos juntos dos consumidores e agricultores, alertando-os para os riscos de consumo em excesso."Temos 68 captações de água" que estão com "níveis semelhantes ao que normalmente se verificam em Setembro", explicou Saldanha Rocha, presidente da Câmara de Mação.De acordo com este autarca, o problema da seca no Ribatejo vai sentir-se mais nos meses de Verão, já que a falta de chuva não repôs o nível das albufeiras, dificultando ainda o combate aos incêndios.As reservas para o uso da protecção civil "estão muito baixas" e "podem constituir um problema quando vier a época dos fogos", alertou.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1373
    17-10-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1373
    17-10-2018
    Capa Médio Tejo