Sociedade | 21-03-2005 11:09

Polícia Judiciária confirma detenção de alegado assassino de agentes da PSP

A Polícia Judiciária (PJ) confirmou hoje a detenção do indivíduo que terá presumivelmente morto dois agentes da PSP na madrugada de domingo na Amadora.A PJ "procedeu, esta madrugada, à detenção de um indivíduo de sexo masculino, face aos seguros indícios de um duplo homicídio, cometido na madrugada anterior na cidade da Amadora, vitimando dois agentes da polícia de Segurança Pública", pode ler-se num comunicado da PJ.O detido, de 30 anos de idade, com dupla nacionalidade portuguesa e brasileira, foi localizado numa povoação do Alto Alentejo, encontrando-se detido na Directoria de Lisboa da PJ.Quando foi encontrado, o homem tinha na sua posse "mais de uma dezena de armas de fogo de calibre de guerra, incluindo pistolas- metralhadoras e pistolas, bem como milhares de munições e armas brancas".O suspeito será hoje presente a interrogatório judicial para que lhe sejam decretadas as medidas de coação "tidas por adequadas", lê-se ainda no comunicado.Os dois agentes da PSP foram mortos na madrugada de domingo no bairro da Falagueira, Amadora, perto de um bar, quando três agentes, num carro patrulha, abordaram um homem de cerca de 30 anos na tentativa de o identificar e este disparou várias vezes sobre os polícias.As vítimas mortais são os agentes António Carlos Fernandes Abrantes, 30 anos, e Paulo Jorge de Oliveira Alves, 23 anos.Os corpos dos dois agentes encontram-se desde domingo no Instituto de Medicina Legal de Lisboa, onde serão hoje autopsiados, confirmou à Lusa fonte deste instituto.A mesma fonte acrescentou que, provavelmente ainda hoje, depois destas diligências serão libertados e entregues às respectivas famílias para a realização das cerimónias fúnebres.A PSP disponibilizou equipas de psicólogos para assistirem os familiares das vítimas e o terceiro agente que seguia no carro patrulha.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1381
    13-12-2018
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1381
    13-12-2018
    Capa Vale Tejo