Sociedade | 30-03-2005 15:31

Morto com um tiro na Câmara de Alpiarça

O Ministério Público está a investigar a morte de um trabalhador da Câmara de Alpiarça, atingido com um tiro nas instalações da autarquia em circunstâncias não esclarecidas. José João Vieira Pardal morreu após duas semanas de internamento no Hospital de Santarém. A GNR, que tomou conta da ocorrência, classificou o caso como um acidente. Do que foi possível apurar pela GNR, no dia 17 de Fevereiro a vítima e um encarregado da câmara estavam no pátio das instalações da autarquia, atrás da igreja paroquial, onde são guardadas as viaturas de recolha de lixo do município. Desconhece-se se houve algum desentendimento entre os dois homens. Apenas se sabe que José João Pardal foi atingido com um tiro de pistola na face.Quando os guardas chegaram ao local, que fica a 200 metros do posto de Alpiarça, o trabalhador ferido já tinha sido retirado e transportado ao hospital. Situação que foi confirmada pelo comandante do destacamento de Santarém da GNR, capitão Vítor Pragana. O oficial acrescenta que foram feitas diligências no sentido de se apurar o que se passou e de identificar o encarregado da câmara, que ainda se encontrava nas instalações. A versão apurada pela GNR na altura dos acontecimentos é a de que José João Pardal, que trabalhava nos serviços de recolha de lixo e era funcionário da autarquia há cerca de oito anos, tinha uma pistola dentro do bolso e ao tentar tirá-la a deixou cair. A arma ter-se-á disparado atingindo-o na cara. Na altura a GNR não encontrou ninguém que tivesse presenciado a situação. Nesse sentido não foram identificadas testemunhas.Mais informações na edição semanal de O MIRANTE

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1381
    13-12-2018
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1381
    13-12-2018
    Capa Vale Tejo