Sociedade | 02-03-2006 17:28

Central do Pego investe para reduzir poluição

A partir de 2008, a central termoeléctrica do Pego, Abrantes, vai reduzir os níveis de poluição com um equipamento que vai começar a ser instalado a partir deste mês. O estaleiro da empresa Alstom, que ganhou o concurso, já está a ser montado junto à central. Vão ser montados dois enormes catalizadores cujo princípio é o mesmo dos utilizados nos automóveis: reter elementos poluentes.No total, a Tejo Energia vai investir 170 milhões de euros. O financiamento será garantido através de um empréstimo bancário no valor de 600 milhões de euros que se destinam também a resolver o passivo da empresa que é de 400 milhões de euros. As explicações foram dadas pelo administrador da empresa que adquiriu a central em 1993 por 900 milhões de euros, Paulo Almirante.Com estes novos equipamentos, que permitem a sua actualização no futuro, a Tejo Energia pretende reduzir em 80 por cento as emissões de dióxido de enxofre e em 37 por cento as de óxido de azoto presente nos fumos. A empresa quer ainda reduzir em vinte por cento as partículas resultantes da transformação do carvão em electricidade.No final da instalação dos equipamentos, em 2008, a central vai estar a emitir fumos poluentes em níveis mais baixos em cerca de metade do que é exigido por uma directiva comunitária que entrará em vigor em 2015.Saiba mais sobre esta notícia na edição semanal de O MIRANTE.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1380
    05-12-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1380
    05-12-2018
    Capa Médio Tejo