Sociedade | 29-03-2006 08:55

Nove arguidos pronunciados por homicídio na prisão de Alcoentre

O Tribunal de Santarém pronunciou ontem nove reclusos de Vale de Judeus (Alcoentre) por um homicídio e uma tentativa de homicídio naquela cadeia, disse fonte judicial.Na leitura do despacho de pronúncia, dos 14 arguidos suspeitos de dois crimes - co-autoria de homicídio qualificado na forma consumada e na forma tentada - quatro foram despronunciados pelo tribunal, por considerar que não existiam indícios suficientes para levar o caso a julgamento.Um dos outros arguidos, de nacionalidade marroquina, deixou de ser suspeito dos dois crimes de homicídio, ficando apenas acusado de favorecimento pessoal, por ter escondido a roupa de um dos suspeitos que estava manchada de sangue.O grupo de suspeitos de homicídio é composto por um moldavo e vários cidadãos portugueses, todos condenados com penas de prisão muito elevadas, relacionadas com crimes de sangue, assaltos à mão armada e extorsão.Os arguidos serão notificados do despacho de pronúncia que os acusa de terem morto um outro recluso com objectos perfurantes após um jogo de futebol que opôs dois grupos organizados que disputavam a primazia na comunidade prisional.Os dois grupos já tinham problemas pessoais e cerca das 17h40 do dia 6 de Novembro de 2003 um dos reclusos, então com 33 anos e com a alcunha de "China", foi assassinado com objectos perfurantes que depois foram escondidos pelos presos.Um outro elemento, amigo da vítima, foi abordado pelo grupo poucos minutos depois e foi violentamente espancado pelos reclusos, necessitando de receber tratamento hospitalar.Segundo as autoridades, o recluso só não morreu porque o grupo de agressores já não tinha na sua posse as facas improvisadas que causaram a morte do primeiro elemento.O crime ocorreu no primeiro piso da ala D do estabelecimento prisional que conta com mais de meio milhar de reclusos.Na leitura do despacho de pronúncia compareceram somente advogados em representação dos arguidos já que estes foram dispensados pelo tribunal devido aos problemas de segurança em torno do seu transporte.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1360
    19-07-2018
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1360
    19-07-2018
    Capa Vale Tejo