Sociedade | 20-04-2006 16:36

Tribunal aplica prisão preventiva ao fugitivo de Abrantes

O jovem que estava a monte desde o dia 11 de Abril, quando rebentou com a pulseira de vigilância electrónica e fugiu da sua casa em Abrantes, está agora em prisão preventiva. O rapaz de 19 anos foi apanhado pela PSP da cidade na terça-feira à noite, dia 18, à porta da residência onde agentes de investigação criminal tinham montado vigilância. Após a detenção o suspeito da prática de crimes de furto qualificado, falsificação de documentos e posse de armas de fogo, foi presente na quarta-feira ao Tribunal da Sertã que reviu a medida de coação. Tendo mandado o jovem para o Estabelecimento Prisional de Castelo Branco.Até ao final do ano passado mais de mil arguidos já tinham sido submetidos ao sistema de vigilância electrónica. O uso de pulseiras electrónicas no controlo de suspeitos a aguardar julgamento iniciou-se em Janeiro 2002.“Este sistema permite uma poupança superior a 1,4 milhões de euros por ano, tendo em conta os custos de um arguido em prisão e em casa”, segundo nota de imprensa do Ministério da Justiça disponível no site do Governo.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Médio Tejo