Sociedade | 03-05-2006 16:38

Entroncamento desmente realojamento de mais famílias ciganas

O presidente da Câmara do Entroncamento, Jaime Ramos (PSD), viu-se obrigado a desmentir publicamente a possibilidade de o seu município vir a acolher um conjunto vasto de famílias de etnia cigana provenientes de outros pontos do distrito de Santarém. Nomadamente de Coruche, Santa Margarida e Tomar.Durante a última semana, esse rumor chegou à caixa de correio electrónico de muitos moradores do Entroncamento. No conteúdo desse e-mail são apontadas diversas preocupações, especialmente ao nível da segurança, ao mesmo tempo que se questiona o desfavorecimento económico e social das famílias de etnia cigana. Acusadas de viverem à margem da lei e de não se esforçarem por se integrar na comunidade.Em resposta ao rumor que levantou alguma preocupação - espelhada aliás nos vários mails que chegaram à nossa redacção - Jaime Ramos viu-se obrigado a reagir em comunicado. “É mentira tudo quanto se diz sobre o procedimento da câmara relativamente ao alojamento de elementos da comunidade cigana”, garante o autarca. No entanto, Jaime Ramos acrescenta que “se as famílias de etnia cigana compram imóveis com o seu dinheiro, é um direito que lhes assiste como a qualquer outro cidadão e, se dúvidas existem, deverão ser os organismos próprios do Estado que deverão investigar tais situações”.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1376
    07-11-2018
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1376
    07-11-2018
    Capa Vale Tejo