Sociedade | 11-05-2006 16:28

Peixes mortos e muita sujidade na albufeira do Bonito

Uma descarga poluente poderá justificar os peixes mortos e a sujidade que tomou conta da albufeira do Bonito na última semana.A Câmara Municipal do Entroncamento diz que a poluição que na semana passada afectou a albufeira do Bonito pode dever-se a uma descarga poluente numa ribeira proveniente do concelho de Torres Novas que ali desagua.Durante a última semana, as pessoas que se deslocaram à zona do Bonito, no Entroncamento, depararam-se com um cenário pouco apelativo para quem pretende desfrutar de algumas horas de lazer ao ar livre. O cheiro nauseabundo que pairava no ar dava o sinal de alarme e, a cor da água e os peixes mortos atestavam os danos ambientais. “Neste momento ainda não temos a certeza, mas pensamos que se poderá tratar de uma saturação da albufeira, por causa de descargas de uma ribeira de Torres Novas. Mas, à partida, não há vestígios de produtos químicos ou perigosos”, diz o vereador com o pelouro do ambiente, da Câmara Municipal do Entroncamento, João Vieira.A situação, detectada nos primeiros dias da semana passada, foi imediatamente comunicada às autoridades. “Contactámos a Brigada do Ambiente da GNR. Eles fizeram o levantamento da situação e recolheram água para análise”, disse João Vieira.Constituído por uma albufeira artificial, uma pequena barragem, e vários espaços de lazer, o parque do Bonito acolhe frequentemente os aficcionados pela pesca e canoagem. E serve ainda os interesses daqueles que elegem os passeios pedestres como forma de ocupação de tempos livres.Na semana passada as actividades aquáticas tiveram de ser preteridas para segundo plano, até porque as condições da água não permitiam grandes aventuras. Suja e com peixes mortos à superfície, fazia prever que alguma coisa não estava bem.Entretanto, o lixo já foi retirado das margens da albufeira, os peixes mortos desapareceram e a água já se mostra menos poluída. Mas, até ao fecho desta edição, o resultado das análises da água ainda não eram conhecidos e, a origem dessa eventual contaminação, ainda não tinha sido confirmada.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1369
    20-09-2018
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1369
    20-09-2018
    Edição Vale Tejo