Sociedade | 18-02-2008 17:05

Professor em Tomar é o único finalista dos Prémios de Fotografia Sony

O fotógrafo Luís Ribeiro é o único português entre os finalistas da primeira edição dos Prémios Mundiais de Fotografia patrocinados pelo fabricante de aparelhos electrónicos Sony, cujos vencedores serão anunciados em Abril. As fotografias de Luís Ribeiro foram seleccionadas para a categoria "Arquitectura", onde concorre, numa disputa cerrada, com outros 12 fotógrafos profissionais.Inicialmente, cada categoria deveria apenas incluir apenas sete finalistas amadores e 10 profissionais, mas, em alguns casos, devido ao empate das votações do júri, o número de nomeados aumentou, como foi o caso da categoria onde concorre Luís Ribeiro. Satisfeito por ter chegado à fase final, o docente do curso superior de Fotografia no Instituto Politécnico de Tomar confessou que a sua principal motivação era ter o seu trabalho apreciado por grandes fotógrafos. "O que me motivou foi a possibilidade de vir a mostrar algum do meu trabalho mais recente a um painel de renome e muito bem credenciado e referenciado de fotógrafos", afirmou.Ter sido nomeado finalista foi "excelente", um "reconhecimento do trabalho", disse ainda. O facto de Luís Ribeiro ter sido nomeado finalista já é um feito, pois significa que foi escolhido entre 44.641 candidatos profissionais, quase o dobro dos 25.934 fotógrafos amadores que se apresentaram a concurso. Além de professor em Tomar, Luís Ribeiro, de 36 anos, tem o trabalho representado na colecção no Museu de Artes Fotográficas de Kiyosato, no Japão. Como fotógrafo, já realizou exposições individuais e integrou mostras colectivas, mas confessa que não é costume participar em competições de fotografia e, nas poucas em que concorreu, "o prémio terá sido seleccionado para expor".

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1368
    12-09-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1368
    12-09-2018
    Capa Médio Tejo