Sociedade | 24-09-2009 18:14

Junta de Alverca retirou árvore de jardim para “plantar” avião

O jardim situado entre as ruas Gago Coutinho e Sacadura Cabral, na cidade de Alverca, concelho de Vila Franca de Xira, perdeu uma árvore para ganhar um avião. A aeronave, de tamanho real, foi colocada em pleno espaço verde.Quem reside nas proximidades do jardim e frequentava o local para passear com a família e amigos critica a iniciativa da Junta de Freguesia de Alverca. Os moradores lamentam não ter sido consultados. “No meio do jardim estava um pequeno canteiro e uma árvore que, mesmo estando em crescimento, dava uma boa sombra e era aproveitada pelas crianças que jogavam à bola e pelos moradores que estavam por aqui e se sentavam nos bancos e confraternizavam. Ninguém nos informou de nada ou pediu a nossa opinião. Chegaram cá e arrancaram a árvore”, lamenta Catarina Teixeira que confessa que pensou até que as movimentações iniciais de instalação do avião se destinassem ao embelezamento do espaço ajardinado. A aeronave, cedida gratuitamente à junta de freguesia, chegou ao jardim aos pedaços e desde há duas semanas que está a ser montada a bom ritmo. “Em apenas uma semana a aeronave foi aqui colocada e retirar isto vai ser um problema. O processo não é muito transparente e pela pressa com que têm trabalhado talvez seja por ser ano de eleições”, acusa Artur Ferreira. Os residentes dizem que a aeronave é grande demais para o espaço, fica visualmente pouco atraente e representa um perigo para os mais novos. “A tentação dos miúdos vai ser andar por cima dela. Mas correm o risco de cair e magoarem-se”, antevê Catarina Teixeira.Outra das preocupações reside na conservação e manutenção do avião. “Vai apodrecer com as chuvas até porque já está assim parcialmente. Vai acabar degradado”, atira Artur Ferreira. Outra moradora, Célia Catalarranas, partilha da opinião dos vizinhos e lamenta que a junta tenha feito “uma rotunda” no jardim. “Tiram espaço de lazer e para as crianças, e em vez de se preocuparem com outros problemas como o arranjo dos passeios aqui do bairro preferem instalar um avião no jardim”, lamenta a moradora. Outro residente, tomando conhecimento da nossa reportagem, ironiza: “ Avião já temos, só falta a pista!”. O presidente da Junta de Freguesia de Alverca, Afonso Costa (PS), garante que a árvore foi transplantada para outro jardim e que a colocação do avião naquele local se deve à proximidade de duas ruas com nomes emblemáticos: Gago Coutinho e Sacadura Cabral. “A aeronave foi oferecida por um benemérito que sabia que andávamos à procura de um avião. Queremos perpetuar a história da aviação de Alverca e este modelo vai ficar próximo da escola primária e será visitável pelas crianças, já que vai ficar completamente original”, explica o presidente. Afonso Costa garante que os passeios próximo do avião serão arranjados e algumas árvores substituídas. Quanto à possibilidade da aeronave vir a ser vandalizada o presidente está seguro: “Alverca é uma cidade calma e de gente civilizada por isso esse é um problema que não me preocupa”, remata. O autarca não esclareceu quando será inaugurado o espaço.

Mais Notícias

    A carregar...
    Caipirinhas para todos os gostos
    Foto do Dia
    As caipirinhas são a aposta há oito anos da van food “Caipi Joca’s”, de Carlos Travessa, um dos presentes na 4.ª edição do Festival Reverence que decorreu nos dias 8 e 9 de Setembro, pela primeira vez, na Ribeira de Santarém. A residir em Salvaterra de Magos, o empreendedor de 38 anos começou o negócio juntamente a sua sócia, Josélia Godinho, de 33 anos, depois de ter tido muito sucesso com o seu bar exclusivo de caipirinhas nas festas de Salvaterra de Magos. O nome surgiu de uma junção de “Caipi” (caipirinhas), “Jo” (Josélia) e “Ca” (Carlos). Entre as várias caipirinhas à disposição, a que está no topo das preferências é a tradicional com cachaça.
    Foto do Dia | 22-09-2017

    Edição Semanal

    Edição nº 1317
    21-09-2017
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1317
    20-09-2017
    Capa Médio Tejo