Sociedade | 11-01-2010 16:24

GNR recusa responsabilidades na divulgação de imagens violentas de assalto em Almeirim

VER VÍDEO: http://www.omirante.pt/omirantetv/O comando distrital da GNR recusa responsabilidades na divulgação pública das imagens violentas do assalto à ourivesaria Costa em Almeirim. Um vídeo onde se vê um assaltante de cara descoberta a agredir, com um martelo, o proprietário do estabelecimento e a sua mulher, foram postas a circular no Youtube. O dono da ourivesaria, Manuel Costa, nega que tenha sido ele a divulgar as imagens, garantindo que a cassete do sistema de videovigilância foi entregue às autoridades e ainda não foi devolvida.Quem tomou conta da ocorrência, no dia 28 de Outubro de 2009, foi inicialmente a GNR, mas por se tratar de um assalto violento a investigação passou no mesmo dia para a Polícia Judiciária. O oficial de relações públicas do comando do grupo de Santarém da GNR, major Joaquim Nunes, considera “estranho” o facto de as imagens terem vindo a público, desconhecendo como tal foi possível. O operacional refere ainda em declarações a O MIRANTE que tratando-se de imagens de violência estas não devem ser visualizadas pelas pessoas em geral. A Polícia Judiciária, através do gabinete de imprensa, desconhece a situação e aconselha o proprietário da ourivesaria a apresentar queixa. Segundo as autoridades até ao momento não foram detidos os autores do assalto, estando o processo de inquérito a decorrer.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1356
    20-06-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1356
    20-06-2018
    Capa Médio Tejo