Sociedade | 06-09-2010 19:05

Judiciária apanha suspeito de atear fogos no Polígono Militar de Tancos

A Polícia Judiciária (PJ) anunciou hoje ter constituído arguido um homem suspeito de ser o responsável por vários focos de incêndio ocorridos na área florestal do Polígono Militar de Tancos, concelho de Vila Nova da Barquinha. Fonte da PJ disse que o homem, de 33 anos, foi interceptado num dia da semana passada, cerca das 04h30, pelas patrulhas militares do Polígono Militar de Tancos numa zona onde tinham eclodido três focos de incêndio.O homem, com ocupação num estabelecimento comercial e sem antecedentes conhecidos, havia sido referenciado noutros incêndios ocorridos na mesma zona nos meses de Julho e Agosto e que só não atingiram proporções maiores devido à pronta intervenção dos bombeiros. Em comunicado, a PJ afirma que remeteu os inquéritos ao Ministério Público, propondo a aplicação de medidas de coação que evitem a continuação da actividade criminosa.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Médio Tejo