Sociedade | 12-12-2011 13:13

Azambuja corta nos apoios às IPSS do concelho

A Câmara Municipal de Azambuja vai cortar em 30 por cento os apoios financeiros transferidos para as Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS) do concelho. A informação foi confirmada pelo vice-presidente do executivo, Luís de Sousa (PS) na última reunião pública do executivo. “Gostávamos de poder dar mais mas a actual situação do país não o permite”, lamentou. Apesar do corte a câmara vai assegurar uma transferência de 60.416 euros para nove instituições do concelho. As que mais vão receber serão a Cerci Flor da Vida (26.746 euros), Centro Social e Paroquial de Azambuja (9.282 euros) e a Santa Casa da Misericórdia de Azambuja (7.518 euros). Seguem-se o Centro Social e Paroquial de Aveiras de Cima (6.958), Centro Social e Paroquial de Alcoentre (2.870) e o Centro Social e Paroquial de Aveiras de Baixo (2.380). O Centro de Dia para a terceira idade “Nossa Senhora do Paraíso” e a Casa do Povo de Manique do Intendente vão receber 1.666 euros cada. A associação que vai receber menos dinheiro será a Casa do Pombal “A mãe”, com 1.330 euros.“Eu não sei como a nossa tesouraria se vai comportar no futuro mas espero que a câmara consiga pagar todos estes apoios antes do final do ano”, informou Luís de Sousa. A proposta de atribuição dos apoios foi aprovada com uma abstenção da coligação Pelo Futuro da Nossa Terra.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1377
    15-11-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1377
    15-11-2018
    Capa Médio Tejo