Sociedade | 15-12-2011 00:22

Decisão sobre cancelamento do Prémio Maria Lamas novamente adiada

A decisão sobre o possível cancelamento de atribuição do Prémio Maria Lamas foi novamente adiada, devido à ausência, na reunião de Câmara de Torres Novas de 6 de Dezembro, do presidente do município, António Rodrigues.O objectivo do prémio é evocar a figura de Maria Lamas e perpetuar o seu testemunho de lutadora pelos direitos das mulheres portuguesas. O galardão tem um valor pecuniário de 10 mil euros, distinguindo trabalhos relacionados com a mulher, o género e a igualdade, na perspectiva das ciências sociais e humanas.Em Outubro, a proposta para cancelar o prémio, a ser atribuído pela primeira vez pela Câmara Municipal de Torres Novas, foi levada a uma reunião do executivo camarário, alegando António Rodrigues que não havia dinheiro para o prémio. Na ocasião, o vereador da CDU Carlos Tomé manifestou-se contra por já se terem criado expectativas aos concorrentes, sublinhando que decisão só não havia sido tomada em Junho porque o ponto fora retirado sem nenhuma explicação da ordem de trabalhos. Face à argumentação, o ponto foi novamente retirado para melhor análise. No dia 6 de Dezembro, o cancelamento do prémio estava agendado, mas voltou a ser retirado.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1368
    12-09-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1368
    12-09-2018
    Capa Médio Tejo