Sociedade | 15-03-2012 08:58

Motorista de Abrantes envolvido em acidente mortal foi mesmo parar à cadeia

Fernando Santos, o motorista profissional de 37 anos que esteve envolvido num acidente mortal na A1, está preso no Estabelecimento Prisional de Caldas da Rainha desde o dia 15 de Dezembro de 2011. O motorista que mora no Pego, Abrantes, encontra-se a cumprir a pena de dois anos de prisão a que foi condenado pelo Tribunal de Santarém, confirmada em Maio de 2011 pelo Tribunal da Relação de Évora. “Já emagreceu dez quilos na cadeia. Há visitas em que chora o tempo todo”, conta-nos Carla Figueira, esposa do arguido, visivelmente abatida. De acordo com o apurado, o advogado do motorista, Santana Maia Leonardo, pediu, há mais de sete meses, o recurso extraordinário de revisão de sentença porque, entretanto, apareceu uma testemunha presencial do acidente mas o processo ainda não subiu ao Supremo. Em Junho do ano passado, em entrevista a O MIRANTE, Fernando Santos pedia “uma segunda oportunidade”, já que não tinha antecedentes criminais e sabia que casos semelhantes ao seu resultavam sempre na suspensão da pena. Mas os tribunais assim não entenderam e o motorista acabou mesmo por ir parar atrás das grades, para grande revolta da família que diz ter ficado “desamparada”.Fernando Santos conduzia, no dia 13 de Outubro de 2008, o veículo pesado de mercadorias, na A1, sentido Sul-Norte na zona de Santarém, quando, cerca das 18h30, embateu num carro ligeiro que o ultrapassou e que, segundo contou, travou à sua frente, apanhando-o de surpresa. “Não me deu sequer tempo de travar”, relatou na ocasião da entrevista. * Notícia completa na edição semanal de O MIRANTE.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1373
    17-10-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1373
    17-10-2018
    Capa Médio Tejo