Sociedade | 28-05-2012 07:05

Arquivado processo contra ex-autarcas do Cartaxo

O Departamento de Investigação e Acção Penal (DIAP) de Évora mandou arquivar o processo em que eram arguidos o ex-presidente da Câmara do Cartaxo Paulo Caldas (PS) e três dos seus vereadores socialistas (Rute Ouro, Pedro Ribeiro e Francisco Casimiro) no mandato 2001-2005 por falta de elementos que pudessem levar à imputação da prática de crimes a pessoa concreta. A investigação iniciou-se após um conjunto de denúncias entre 2001 e 2006 remetendo para supostas irregularidades na adjudicação de algumas empreitadas. Segundo o DIAP, algumas denúncias foram “supostamente” remetidas por vereadores do PS na Câmara do Cartaxo. Outras eram anónimas.Em causa estavam obras como as da conservação de arruamentos em Vila Chã de Ourique e em Pontével, a construção de balneários nos campos de futebol do Estrela Ouriquense e do Desportivo de Pontével, a requalificação do Parque de Jogos Ribeiro Ferreira em Vila Chã e arranjos exteriores no Estádio Municipal do Cartaxo. Intervenções que nuns casos terão sido feitas sem cabimentação orçamental, objecto de trabalhos a mais de legalidade duvidosa ou que iniciadas sem concurso público, lançando-se o procedimento quando as obras estavam já na parte final.* Notícia mais detalhada na próxima edição semanal de O MIRANTE.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1360
    19-07-2018
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1360
    19-07-2018
    Capa Vale Tejo