Sociedade | 04-01-2013 12:31

Abate de árvores com nemátodo em Almeirim, Alpiarça e Chamusca

A partir deste mês de Janeiro vão ser abatidos os pinheiros secos ou a secar, nos concelhos de Almeirim, Alpiarça e Chamusca, no âmbito do controlo da doença nemátodo da madeira. Segundo informa a Associação de Agricultores de Charneca – ACHAR, com sede na Chamusca, as árvores com sintomas da doença já foram marcadas com uma cinta branca. O abate vai ser feito pela FLORECHA SA - Forest Solutions, através de um protocolo com o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas). A ACHAR explica que o Estado substitui-se ao proprietário nos casos onde não foram eliminadas essas árvores, procedendo ao abate e eliminação dos sobrantes e lenhas. O valor do material lenhoso será utilizado pelo ICNF para suportar as despesas com as acções de erradicação. O proprietário pode proceder ao abate dessas árvores marcadas até três coníferas ou o equivalente a uma tonelada, no período de 1 de Novembro a 1 de Abril, desde que se destinem, exclusivamente, a consumo próprio sem ser necessário qualquer comunicação. Se o número de árvores for superior é necessário fazer uma comunicação prévia através de um manifesto de exploração florestal, disponível em: http://fogos.afn.min-agricultura.pt/manifesto/manifestoadd.asp.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1381
    13-12-2018
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1381
    13-12-2018
    Capa Vale Tejo