Sociedade | 10-01-2013 00:05

Associação Nacional de Bombeiros acredita que autarquia manterá municipais de Abrantes

O presidente da Associação Nacional de Bombeiros Profissionais afastou esta quarta-feira, 9 de Janeiro, o cenário da realização de manifestações ou outras formas de luta em defesa dos bombeiros municipais de Abrantes, sublinhando que a extinção daquela corporação "não é um dado adquirido".A troca de acusações e o ambiente crispado entre autarquia, Associação Nacional dos Bombeiros Profissionais (ANBP), Sindicato (SNBP) e alguns bombeiros de Abrantes, após a anunciada intenção de extinguir aquele corpo de bombeiros profissionais e relatos de alegadas perseguições que se viveriam naquela corporação, conduziu hoje a uma "reunião produtiva" entre a presidente de Câmara e os coordenadores daquelas instituições."Houve abertura por parte da autarquia em nos receber e em estudar uma proposta de acordo colectivo de trabalho que satisfaça as partes envolvidas, no âmbito do necessário enquadramento legal, e, como tal, não há necessidade da realização de manifestações ou de outras formas de luta", disse à agência Lusa Fernando Curto, presidente da ANBP.Segundo o dirigente, "o problema do pagamento de horas extraordinárias aos bombeiros profissionais e aos voluntários está no cerne da questão, pela dificuldade de enquadramento legal, e é nesse sentido que a ANBP e o SNBP vão trabalhar, em conjunto com a autarquia, de forma a criar melhores condições de trabalho e a evitar a anunciada extinção dos bombeiros, enquanto corporação municipal".Contactada pela Lusa, a presidente da Câmara Municipal de Abrantes disse estar "receptiva" a analisar a proposta que a ANBP e o SNBP vão apresentar nos próximos dias, um documento que "visa melhorar as condições de trabalho dos seus associados", considerou.Questionada sobre o propósito de extinguir a corporação municipal, Maria do Céu Albuquerque disse que, "para já, não" acontecerá, tendo reiterado à Lusa que a sua perspectiva é a de continuar a incentivar a criação de uma Associação Humanitária que faça, "num futuro breve", a gestão de todo o corpo de bombeiros.Os responsáveis da ANBP/SNBP, que chegaram a ponderar a realização de uma manifestação nacional de bombeiros pelas ruas de Abrantes, reuniram de seguida em plenário com os bombeiros para analisarem os resultados da reunião com a autarca e debaterem outras questões, como a legislação em vigor para o sector e a formação profissional."Antes de discutirmos formas de luta queremos dialogar e trabalhar para resolver um problema comum", observou Fernando Curto, tendo referido depositar esperanças na obtenção de um acordo com a autarquia, em reunião a realizar "brevemente".

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Vale Tejo