Sociedade | 24-01-2013 00:06

Processos em papel com fim anunciado na Câmara de Tomar

O presidente da Câmara de Tomar, Carlos Carrão (PSD) anunciou na última reunião de executivo que a autarquia iniciou, a 16 de Janeiro, a “desmaterialização” dos processos considerando mesmo este como “um dia histórico para Tomar”. O autarca referiu que o objectivo passa por reduzir custos (por exemplo, gastando-se menos papel e tinta de impressão) agilizar procedimentos e controlar, de forma mais eficaz, os prazos a cumprir. O objectivo central, frisou Carlos Carrão, passa por criar um balcão único de atendimento para todo o tipo de serviços na autarquia, tendo já assinado o seu primeiro despacho electrónico.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1372
    10-10-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1372
    10-10-2018
    Capa Médio Tejo