Sociedade | 11-11-2013 13:48

Sistema para evitar desperdícios com refeições nas escolas de Samora deixa crianças sem almoço em caso de falhas

O sistema para evitar desperdícios e atrasos nos pagamentos das refeições no Agrupamentos de Escolas de Samora Correia acaba por em situações imprevistas ou de falhas deixar crianças sem almoço. Foi o que aconteceu na semana passada a uma menina de 7 anos da escola do primeiro ciclo das Acácias. O caso já levou a Câmara de Benavente a agir e a vereadora da Educação, Fátima Catarina Vale, confirma que está a estudar com a direcção do agrupamento uma alternativa para que este tipo de situações não voltem a acontecer. O caso passou-se no dia 5 de Novembro. Os pais da aluna esqueceram-se de reservar o almoço na véspera na plataforma informática da escola. A refeição não foi confeccionada e quando a criança chegou à cantina foi impedida de comer. Acabou por almoçar uma sandes e um sumo com dinheiro que os pais lhe tinham dado para o caso de precisar comprar alguma coisa. O director do agrupamento, Carlos Amaro, garante que se a criança não tivesse dinheiro que não iria ficar sem comer. * Notícia completa na edição semanal de O MIRANTE.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1373
    17-10-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1373
    17-10-2018
    Capa Médio Tejo