Sociedade | 24-12-2013 00:12

Património do Palácio da Flamenga à mercê dos ladrões por causa das burocracias

A Câmara de Vila Franca de Xira tem vindo a insistir para que o Instituto de Gestão do Património Arquitectónico e Arqueológico (IGESPAR) emita um parecer que lhe permita retirar o que resta do património histórico do Palácio da Flamenga. Do imóvel já foram roubados dois mil azulejos e o município quer evitar que se percam os últimos vestígios mas diz o presidente da autarquia, Alberto Mesquita (PS), que o instituto “não tem dado a atenção devida ao assunto”.Alberto Mesquita insiste que é necessário conservar o que resta do património para memória futura mas resta-lhe esperar pela autorização. NOTÍCIA DESENVOLVIDA NA EDIÇÃO SEMANAL EM PAPEL DESTA QUINTA-FEIRA

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1380
    05-12-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1380
    05-12-2018
    Capa Médio Tejo