Sociedade | 30-12-2013 07:27

Angolano interessado nas antigas instalações da Marinha em Vila Franca

As desactivadas instalações das escolas da Marinha em Vila Franca de Xira, que têm uma área de quinze hectares na Quinta da Torre, à beira da estrada nacional 10 e da auto-estrada do norte (A1), podem vir a ser compradas por capital angolano.Há cerca de duas semanas um empresário de Angola, com negócios ligados ao sector do turismo e hotelaria um pouco por todo o mundo, visitou as instalações de Vila Franca, acompanhado do presidente da câmara, Alberto Mesquita, onde manifestou interesse em criar no local uma unidade hoteleira e aproveitar alguns dos edifícios existentes para ali criar uma fábrica de móveis, que se destinariam à exportação.“Ele tinha para as escolas da Marinha umas ideias interessantes mas o processo não evoluiu. Desconheço em que ponto se encontra actualmente o negócio”, confirma Alberto Mesquita.Este foi o primeiro contacto travado com potenciais interessados na aquisição do espaço, à venda por cerca de 10 milhões de euros, depois do grupo Lusófona ter desistido da intenção de criar no local uma universidade.* Notícia desenvolvida na edição semanal de O MIRANTE

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1373
    17-10-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1373
    17-10-2018
    Capa Médio Tejo