Sociedade | 18-11-2015 08:21

Greve na Unicer com adesão de 70% no primeiro dia

Os trabalhadores da Unicer de Santarém iniciaram esta semana uma greve parcial de uma hora de paragem por turno. A luta irá decorrer até sexta-feira, 20 de Novembro.Segundo a União dos Sindicatos de Santarém, na fábrica da antiga Rical, cujo encerramento foi anunciado para Março do próximo ano, o primeiro dia de greve registou uma adesão de 70% dos trabalhadores e de mais de 90% dos trabalhadores ligados às áreas de produção e enchimento"Como resultado deste primeiro dia de greve, às 16h30, hora em que os trabalhadores do turno da tarde entram ao serviço, ainda não tinha saído uma palete de latas de cerveja da fábrica em Santarém", refere a estrutura sindical.No mesmo período em que decorre a greve, os trabalhadores concentram-se diariamente no portão da empresa para continuar a chamar à atenção para a sua luta e a necessidade de não encerramento da fábrica em Santarém.A União dos Sindicatos espera que a adesão à greve seja cada vez mais significativa e anuncia novas formas de luta, como a recente divulgação nas redes sociais, por parte de familiares e amigos dos trabalhadores, de um alerta sobre o encerramento da fábrica, ao qual se soma o apelo para que no Natal de 2015 não seja com o dinheiro dos portugueses que a Unicer condene ao despedimento 140 trabalhadores.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Médio Tejo