Sociedade | 20-11-2015 07:24

Presidente de Tomar faz viagem para promover Sinagoga a que não liga

A presidente da Câmara Municipal de Tomar, Anabela Freitas (PS), deslocou-se, em Outubro, a Telavive (Israel) para promover a Sinagoga de Tomar num evento que contou com a presença de representantes de "lugares fortemente marcados pela herança judaica". A autarca explicou à Agência Lusa que, durante a sua comunicação no congresso, foi mostrado um vídeo promocional de Tomar, "salientando que a Sinagoga da cidade é o segundo monumento mais visitado logo a seguir ao Convento de Cristo, que é Património da Humanidade", destacou. No entanto, o que Anabela Freitas não referiu durante a sua participação no congresso em Israel é que a Sinagoga de Tomar só está aberta graças à boa vontade da voluntária Teresa Vasco, que decidiu dar continuidade ao trabalho do seu marido, Luís Vasco, falecido há três anos. A câmara paga apenas a água e electricidade.Foram Luís e Teresa Vasco que reabriram a Sinagoga de Tomar ao público, depois de a terem arranjado há cerca de 30 anos. Farto de ver turistas a bater com o nariz na porta do antigo templo, juntou um grupo de vizinhos e conseguiu que o presidente da câmara municipal da altura, Amândio Murta (PS), lhe entregasse umas chaves do edifício. "Isto só tinha as paredes", recordou em entrevista a O MIRANTE em 2009. Quando o marido morreu, Teresa Vasco foi falar com o presidente do município que lhe disse para continuar na Sinagoga. E Teresa continua, sempre como voluntária. Recebe apenas a reforma de viuvez. "O templo judaico está aberto todos os dias. Recentemente teve uma funcionária da câmara a ajudá-la mas desde Setembro que está novamente sozinha. É Teresa quem faz as visitas aos turistas e dá as explicações. Para as despesas que tem com a Sinagoga, nomeadamente a limpeza, utiliza as doações que os turistas deixam na caixinha colocada na sua mesa.A Sinagoga de Tomar é a mais antiga de Portugal e por ali passam milhares de turistas por ano. Em 2014 foram mais de 37.600 e este ano já ultrapassou esse número. Aparecem muitos grupos de Israel e outros países estrangeiros, nomeadamente Estados Unidos da América. No orçamento da Câmara de Tomar para o próximo ano estão previstas obras de reabilitação na Sinagoga que vai incluir a colocação de uma infra-estrutura metálica para construir o local dos banhos rituais para purificação. Todas as sinagogas têm o local dos banhos e a de Tomar vai ter quando avançarem as obras prometidas.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1356
    20-06-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1356
    20-06-2018
    Capa Médio Tejo