Sociedade | 05-03-2016 14:27

Pedro Ribeiro não levanta subsídio de reintegração enquanto for presidente da Câmara do Cartaxo

Garantia foi dada na última assembleia municipal, em resposta a uma ex-autarca.

Enquanto for presidente da Câmara do Cartaxo, Pedro Magalhães Ribeiro (PS) garante que não vai receber o subsídio de reintegração a que tem direito. A resposta surgiu na última sessão da assembleia municipal, realizada a 25 de Fevereiro, depois de questionado pela munícipe Odete Cosme, que já foi eleita municipal do Bloco de Esquerda. O presidente esclareceu que o seu subsídio de reintegração foi incluído no PAEL (Plano de Apoio à Economia Local) pelo ex-presidente Paulo Caldas e Pedro Ribeiro fez um requerimento para ser o último a receber."O cheque foi passado porque tinha que se fechar o processo PAEL, se assim não fosse ia prejudicar os outros credores. Apesar de ser um cheque de Janeiro não o levantei, continua fechado no envelope, e enquanto for presidente da câmara municipal não vou receber o subsídio de reintegração", sublinhou o presidente.Pedro Ribeiro requereu um subsídio de reintegração na vida activa, após ter deixado o executivo municipal em Fevereiro de 2008, quando era vereador. Esse subsídio vai render-lhe quase 13 mil euros pagos pelo erário público. Em Setembro de 2013, Pedro Ribeiro disse a O MIRANTE que caso fosse eleito presidente da Câmara do Cartaxo não tinha intenções, "por motivos óbvios", de proceder à liquidação da dívida que a autarquia tem para com ele próprio.Pedro Ribeiro renunciou ao mandato em Fevereiro de 2008, tendo simultaneamente solicitado a contagem do tempo de serviço como vereador em regime de permanência a tempo inteiro, entre 1 de Junho de 2000 e 14 de Agosto de 2007, para efeito de recebimento do subsídio de reintegração na vida profissional consagrado no Estatuto dos Eleitos Locais e entretanto extinto pelo primeiro Governo de José Sócrates.Quando renunciou ao mandato de vereador, Pedro Ribeiro requereu o subsídio de reintegração mas não regressou à sua vida profissional ligada à banca, pois já exercia as funções de adjunto do secretário de Estado Adjunto e da Justiça Conde Rodrigues, ex-presidente da Câmara do Cartaxo e apoiante da sua candidatura.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Médio Tejo