Sociedade | 06-11-2016 00:02

Unanimidade na Câmara do Cartaxo quanto à integração dos funcionários da Rumo 2020

Ideia do vereador Vasco Cunha bem acolhida por restantes autarcas.

A Câmara do Cartaxo vai enviar ao Governo um texto conjunto de todo o executivo municipal a defender que os funcionários da extinta empresa municipal Rumo 2020 fiquem a trabalhar no município. A ideia do vereador Vasco Cunha (PSD) foi acolhida pelo restante executivo.

O presidente da Câmara do Cartaxo, Pedro Magalhães Ribeiro (PS), explicou que todo o processo da Rumo 2020 está "muito dependente" do FAM (Fundo de Apoio Municipal). "Temos que internalizar a dívida da empresa e o prazo máximo para isso é Abril de 2017", explicou.

Recorde-se que, como O MIRANTE noticiou (ver edição 22 Junho 2016), Pedro Ribeiro explicou que a Direcção Geral de Autarquias Locais (DGAL) nunca garantiu que viabilizaria a internalização dos funcionários da extinta empresa municipal Rumo 2020 nos quadros da Câmara do Cartaxo.

* Notícia completa na edição semanal de O MIRANTE.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1373
    17-10-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1373
    17-10-2018
    Capa Médio Tejo